3 dicas de como escolher o sistema operacional ideal para o seu negócio

Windows, Linux, MacOs e por aí vai. Atualmente, tantas são as opções de sistemas operacionais criados para conectar homem e máquina que deixam confusos até mesmo os gestores de TI mais experientes. 

Todavia, cada uma dessas soluções possui características e funcionalidades diferentes, que podem ou não, ir ao encontro dos objetivos do seu negócio. Prestar atenção a esses detalhes, portanto, é a melhor maneira de aumentar a eficiência dos processos da sua empresa, a produtividade dos seus colaboradores e conquistar novos clientes.

Mas, qual é o sistema operacional ideal para o meu negócio? Se você compartilha desta dúvida, recomendamos que leia o artigo a seguir. Nele, você vai encontrar dicas úteis que vão ajudá-lo a escolher o melhor software para a sua empresa. Acompanhe!

Sistema operacional: conheça as principais características dos SO mais comuns

Conforme mencionamos anteriormente, atualmente há várias opções de sistemas operacionais no mercado. Entretanto, três se destacam, seja pela segurança, confiabilidade ou facilidade de uso que oferecem. Entenda mais adiante.

Windows

O sistema operacional da Microsoft é o SO mais usado em todo o mundo. De acordo com as estatísticas da NetMarketShare, suas últimas versões (Windows 10, 8.1, 8, 7 e XP) rodam em aproximadamente 90% dos computadores ao redor do planeta. 

Mas o que o faz tão popular assim? Interface amigável, possibilidade de integração com vários outros softwares (incluindo os de gerenciamento empresarial), boa segurança e ótimo suporte são apenas alguns motivos que justificam essa preferência. 

E para torná-lo ainda mais competitivo no mercado, recentemente a Microsoft colocou o Windows na nuvem. O Windows 365 vai permitir que os usuários acessem seus aplicativos, pastas e arquivos em qualquer dispositivo e de qualquer lugar, desde que haja conexão com a internet. Segundo Wangui McKlevey, gerente geral do Microsoft 365, o SO vai oferecer às empresas a oportunidade de experimentarem a virtualização de forma mais prática e com menor custo.

sistema operacional

Linux

Já o Linux é um sistema operacional gratuito, de código aberto e que assim como o Windows, possui várias versões. Na prática, ele pode ser modificado por qualquer pessoa, aceita a instalação de vários softwares de escritório e produtividade e é o queridinho dos desenvolvedores. 

O Linux também é o SO mais leve do mercado e, portanto, o que oferece melhor desempenho na execução de várias atividades. Além disso, ele também é considerado uma solução mais segura que os demais sistemas, mas não é tão conhecido assim pelos usuários. Logo, investir no Linux pode dificultar a execução das tarefas por falta de conhecimento dos colaboradores.

MacOS

Já o MacOS é o sistema operacional da Apple, considerado o mais seguro de todos e o melhor em gerenciamento de aplicações instaladas. Outro detalhe que faz toda a diferença, principalmente em se tratando de produtividade nas empresas, é que o MacOs possui um sistema de instalação e atualização mais funcional do que o dos concorrentes.

Mas quem acredita que as vantagens do MacOs acabam, por aí está enganado. Ele acompanha gratuitamente editor de texto, planilha eletrônica e vários outros aplicativos de produtividade. Contudo, tanta vantagem tem um preço – e bem alto, diga-se de passagem: é o SO mais caro do mercado. 

E para finalizar, é preciso ter em mente que o MacOS só roda em computadores Apple, o que acaba limitando bastante o seu uso. 

3 dicas de como escolher o sistema operacional ideal para o seu negócio

Agora que você já conhece as principais características dos sistemas operacionais mais comercializados no mercado, é hora de compreender qual deles melhor atende às necessidades da sua empresa. Com as dicas a seguir, essa será uma tarefa bem fácil, confira!

  1. Faça um levantamento das necessidades da sua empresa: considere se as tarefas realizadas são mais complexas ou mais simples e invista em um SO com melhor desempenho;
  2. Considere as melhores opções de licenciamento: opte por um sistema operacional com licenciamento corporativo, que reduz os custos para instalar o software em determinado número de máquinas, oferece nível de segurança elevado, suporte diferenciado e excelentes aplicativos voltados à produtividade dos seus colaboradores;
  3. Cuidado com interoperabilidade de sistemas: caso os seus processos dependam da integração com outros softwares e aplicativos, incluindo máquinas de cartão, fuja do MacOs. Nesse caso, a melhor escolha é o Windows, que garante uma comunicação eficiente com outros softwares.

Ainda em dúvidas de como escolher o melhor sistema operacional para a sua empresa? Então entre em contato conosco! Será um prazer ajudar a sua empresa a ter melhores resultados no segmento em que ela atua!

 

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.