3 diferenças entre conciliação bancária e fluxo de caixa

É muito comum para quem atua na área que a pessoa confunda alguns termos do extenso e sempre em renovação, glossário do empreendedorismo. E uma confusão muito comum reside na diferença entre a conciliação bancária e o fluxo de caixa.

Ambos são termos muito usados quando queremos falar sobre a gestão financeira de um empreendimento, e ambos tratam sobre operações e estratégias importantes para a administração e planejamento da empresa.  

Por isso, no texto de hoje, vamos falar um pouco sobre como funciona e o que é o fluxo de caixa, o que é a conciliação bancária e quais são as principais diferenças entre essas duas operações. Não perca!

O que é a gestão de fluxo de caixa?

Dentre as operações essenciais e cotidianas de uma empresa estão o fluxo de caixa. O fluxo de caixa é uma das operações mais importantes para a gestão financeira de uma empresa.

Com o fluxo de caixa é possível realizar o controle financeiro e o planejamento básico das finanças da empresa. Seu objetivo principal é projetar e apurar qual o saldo disponível para a empresa, ajudando a mensurar e a garantir que exista sempre capital de giro para a empresa.

No fluxo de caixa devem ser registrados todos os recebimentos e pagamentos, bem como todas as entradas e saídas previstas. A estrutura geral do fluxo de caixa vai depender, principalmente, da natureza da empresa.

Um dos principais benefícios do fluxo de caixa está em proporcionar ao empresário uma visão financeira do presente, e uma previsão de como vai ser o futuro financeiro da empresa.

Essas informações são importantes, pois auxiliam na tomada de decisões estratégicas da empresa.

O que é conciliação bancária?

A conciliação bancária por sua vez é um processo que analisa e compara as movimentações que ocorrem no caixa da sua empresa.

Portanto, em uma conciliação bancária as contas correntes e a escritura contábil da empresa são mostradas lado a lado com a finalidade de detectar alguma discrepância.

Em uma conciliação bancária são comparadas todas as entradas e saídas do caixa e analisa de são movimentações financeiras condizentes com o que a empresa possui no momento em conta.

Pode parecer simples, mas esse procedimento é fundamental para a manutenção da saúde financeira do empreendimento, garantindo que tudo está em ordem e para projetar investimentos e receitas.

Se você quiser acertar e ter tudo simplificado, vale a pena investir em um software como o Concil Card: vai ganhar tempo e eficiência, com todos os lançamentos de vendas e pagamentos já automaticamente classificados e organizados.

Quais as diferenças entre a conciliação bancária e o fluxo de caixa?

Como já é possível deduzir pela explicação do que são as duas operações, a conciliação bancária e o fluxo de caixa são complementares, mas possuem diferenças que as tornam únicas, como vamos ver a seguir!

1 – A conciliação bancária depende do fluxo de caixa

Como vimos, a conciliação bancária, portanto, depende do fluxo de caixa para ser feito de maneira mais ágil e metódica.

O fluxo de caixa acompanha todas as operações contábeis do empreendimento, e por sua vez, a conciliação bancária verifica a consistência dessas movimentações com o saldo financeiro atual da empresa.

2 – É possível, com a conciliação bancária aprimorar o fluxo de caixa

Uma vez que a conciliação bancária é uma forma de averiguar a veracidade e consistência das informações prestadas no fluxo de caixa, através dela é possível notar falhas em como o fluxo de caixa vêm sendo realizado.

Com a conciliação bancária é possível observar se as informações contidas no fluxo de caixa estão registradas com frequência adequada, detalhamento satisfatório, dentre outros, e caso seja percebida alguma falha, é possível corrigir.

3 – A frequência de realização das operações é diferente

O fluxo de caixa e a conciliação bancária são operações financeiras que devem acontecer com frequência bem definida.

Enquanto o fluxo de caixa pode ser feito e monitorado constantemente, a conciliação bancária pode ser feita em períodos mensais, por exemplo, principalmente, porque para ser feita de maneira adequada, ela requer preparação minuciosa.

Seja quais forem as diferenças das operações, a conciliação bancária e o fluxo de caixa são operações muito importantes para a saúde fiscal da empresa e devem ser encaradas como ferramentas estratégicas para a gestão do empreendimento.

Gostou desse conteúdo? Saiba mais sobre como fazer a gestão financeira da sua empresa baixando o nosso material exclusivo!

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.