Como identificar fraudes em transações com cartão no varejo

 

O cartão de crédito traz muitos benefícios ao titular: não precisar andar com dinheiro vivo, parcelamentos mais flexíveis além da oferta de crédito mesmo sem dinheiro disponível em conta.

Só em 2017, o brasileiro gastou R$1,36 trilhão em compras por meio do cartão, segundo a Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços).

Porém, essas facilidades atraem a atenção de criminosos também. É necessário identificar as fraudes e com isso reduzir as chances de terminar o mês no vermelho. Mas o que fazer e como identificar uma possível fraude?

Fique atento ao chargeback!

O chargeback acontece quando há o cancelamento de uma compra. Esse estorno pode ser feito pela a operadora do cartão de crédito ou pelo cliente, quando nota-se alguma irregularidade no processo. Mas também poder ser usado como uma tentativa de fraude.

Por má-fé, o consumidor adquire um número de produtos, e após a emissão da nota, cancela a compra. O comerciante acaba então não recebendo pela mercadoria, que muitas vezes já foi despachada.

O número de chargebacks indica também que a sua empresa pode não ser muito confiável. Caso a sua empresa registre acima de 1% de estornos nas vendas é sinal de que ela pode estar sendo alvo de golpes e perdendo a confiabilidade.

Outro indicador de fraude são as análises manuais. Mais caras e demoradas, analisar manualmente os pedidos para reduzir as fraudes pode, em contrapartida, reduzir as vendas. Se as suas análises manuais estão acima de 10% dos pedidos, pode ser um indicador de fraude.

Verifique também a rotatividade do seu site. Aumento repentino de compras pode ser um sinal de que algo de errado está acontecendo.

Outras atividades que podem ser golpes

Desconfie sempre de pedidos que estejam acima do considerado normal nas suas vendas cotidianas. Apesar de parecer atrativo, podem ser sinal de golpe. Outro sinal que você precisa estar atento é o número de compras realizadas com o mesmo cartão em um curto período de tempo.

É preciso estar atento aos pedidos de mercadorias de maior valor. Por serem mais caros, o criminoso acaba lucrando mais adquirindo apenas um produto, sendo mais discreto que comprar grandes quantidades de um mesmo produto de menor valor.

Fique em alerta também caso seja solicitado a entrega do produto à noite. Verifique entregas feitas em um mesmo endereço, porém comprados com cartões diferentes. Isso pode indicar fraude.

A conciliação ajuda a identificar irregularidades

Conciliar diariamente as transações feitas com o cartão de crédito pode ajudar na detecção de fraudes no pagamento. Realizar manualmente o fechamento do mês pode ser uma má escolha, uma vez que muitos golpes podem ter sido feitos há dias, tirando qualquer chance de serem corrigidos.

Esteja atento aos dados do seu cliente. Verifique no site da Receita Federal o CPF ou o CNPJ usado para o cadastro e se ele confere com o nome do titular, além de telefones, e-mails e demais dados fornecidos.  

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe o e-book Principais ocorrências de fraude no cartão de crédito!

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.