Como vencer a baixa de vendas do começo de ano?

Começo de ano não é somente momento de promessas e expectativas. É também uma fase repleta de contas importantes, como IPTU, IPVA, as parcelas das viagens de final de ano, os materiais escolares para os filhos, fatura do cartão com os presentes de Natal, entre outras contas. 

É por esse motivo que os primeiros mês do ano são historicamente os piores para o varejo nacional. Enquanto novembro e dezembro são um período de comoção nas vendas, janeiro e fevereiro representam a baixa de vendas para muitos negócios.

Mas, essa fase mais complexa não atinge todas as empresas de uma só vez. Fornecedores de materiais escolares e artigos de carnaval, por exemplo, costumam vender bastante no início do ano. Entretanto, para as companhias que não atuam nesses setores a baixa de vendas pode ser preocupante.

Infelizmente não há uma forma certa para vender bem nesses períodos. Mas há diversas maneiras de se beneficiar desse momento. E essas maneiras variam de negócio para negócio. Pensando em te auxiliar, listamos a seguir dicas do que você pode fazer para se preparar e lucrar mesmo em momentos de sazonalidade. Confira!

Faça uma análise do seu negócio para listar oportunidades

A sazonalidade de um mercado é meramente um indicador de tendência. E o que isso significa na prática para sua empresa? Bom, significa que mesmo que os indicadores apontem um encolhimento da demanda para os meses de janeiro e fevereiro, é provável que haja aumento de demandas por produtos específicos e é neles que você precisa ficar de olho.

Por exemplo, uma papelaria terá uma baixa de vendas de materiais de escritório, mas em compensação, venderá muito mais material escolar do que o restante do ano. Ou um comércio de malas e mochilas, que venderá tanto mochilas infantis quanto malas para viagem, já que janeiro é mês de férias.

A dica é identificar como a sua empresa pode se apresentar aos clientes de acordo com a sazonalidade dos seus produtos. Mas, é também importante analisar historicamente o seu negócio para entender os impactos que o começo de ano causa em sua operação,

Desempenho de anos anteriores

O que sabemos é que se você não tomar nenhuma ação para se beneficiar, janeiro e fevereiro serão dois meses muito ruins para a sua empresa devido a baixa de vendas. Para evitar essa redução, a primeira coisa a se fazer é analisar os seus próprios dados históricos.

Se você possui um sistema de gestão sempre atualizado e em dia com os dados do seu negócio, você pode facilmente acessar os registros de vendas dos últimos anos. Ao comparar um ano com outro, provavelmente verá alterações no começo de ano, mas também verá certos padrões de consumo. Quais são os produtos que tiveram maior saída no seu negócio nesse período? Quais foram os produtos que ficaram parados?

Se essa procura ocorreu nos últimos anos, a probabilidade de acontecer novamente neste ano é alta. Portanto, procure nesses padrões e elenque os seus 5 ou 10 produtos mais buscados pelos clientes, pois eles podem te salvar na baixa de vendas do começo do ano.

baixa de vendas

Tendências e comportamentos

Ao compreender quais são os produtos com maior saída, é hora de estimar o número de visitações que a sua loja recebe. Naturalmente, esse número será diferente de um ano para o outro. Seja porque você ampliou seu espaço, porque tornou-se mais popular na região ou outro tipo de investimento que tenha feito.

Tente entender quantas pessoas em média visitam seu negócio nesses dois meses e quantos produtos daqueles com maior demanda são vendidos por mês. Essas duas informações lhe ajudarão a planejar seu estoque, suas gôndolas e suas ofertas para esse período.

Planejando-se desta maneira, alinhando sua oferta com a demanda que costuma ter nesse início de ano, você evitará desperdícios e investimentos que não trarão retorno.

Atraia o público pelo motivo certo e vença a baixa de vendas

Por que a Black Friday funciona tão bem todos os anos? Porque as pessoas sabem que é um momento de preços menores. Já estão esperando pelas ofertas atrativas e estão se planejando para as compras.

Em janeiro e fevereiro, elas também estão esperando algo. Mas, em vez de esperar comprar mais barato, elas estão esperando não gastar muito nas compras. O que significa que ofertas com desconto continuam sendo muito atrativas e grandes aliadas para vencer a baixa de vendas.

É claro que a demanda é menor e as pessoas não irão às lojas como costumam ir em novembro. Mas, nem por isso você deve deixar de atraí-las. Ações de marketing digital para entregar ofertas de descontos aos clientes funcionam muito bem, principalmente em rede sociais.

Crie combos de produtos, desconto por volume de compra ou outras ofertas que mostrem às pessoas o quanto economizarão de dinheiro se fizerem compras agora.

Aproveite para renovar os estoques

Vencer a baixa de vendas do começo do ano envolve várias etapas. Caso você não consiga aplicar os descontos e as ofertas naqueles produtos que têm maior demanda nesse período, certamente você terá em estoque produtos que sobraram da virada de ano. Portanto aproveite agora para vendê-los a um preço mais baixo.

Contudo, não use esses descontos apenas para se livrar do estoque. Queimas de estoque funcionam muito bem porque os preços normalmente estão muito mais baixos do que estariam em um outro período. Em outras palavras, você já tem um motivo para pessoas visitarem o seu estabelecimento.

Se elas foram até sua loja, estão com intenção de compra. Então, use esse momento para vender outros produtos que não estão na promoção. Use seu estoque como atrativo e faça combinações com outros produtos.

Reunimos no artigo de hoje valiosas dicas que irão te ajudar a vencer a baixa de vendas característica do começo de ano. Para continuar por dentro de assuntos relacionados a gestão de negócios, acompanhe as próximas postagens do nosso blog.

 

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.