Conciliação de Cartões para Supermercados

 

Gerir de um supermercado no dia a dia não é das tarefas mais fáceis. São muitos detalhes para se cuidar e um fluxo constante de mercadorias e clientes.

O alto volume de vendas do segmento também gera desafios no controle financeiro e contábil, ainda mais em um cenário de transações crescentes nos cartões de crédito e débito.

Algumas perguntas: você verifica se todas as taxas cobradas pelas adquirentes estão corretas? E os percentuais, estão de acordo com o que rezam os contratos? As liquidações acontecem nas datas programadas? Será que todos os valores que você vendeu foram confirmados? Você está pagando quanto pelo aluguel das maquininhas?

Responder a tais perguntas é um desafio. Afinal, o volume de dados que resulta das inúmeras vendas por cartões torna o controle manual quase impossível de ser realizado. Se essa ainda é a sua realidade, saiba que provavelmente você está perdendo dinheiro.

Neste artigo falaremos sobre a conciliação de cartões para supermercados e por que ela é essencial para a saúde financeira do seu negócio. Acompanhe!.

O que é conciliação de cartões?

Trata-se do processo de conferência entre as vendas efetuadas com cartões e os valores que um estabelecimento recebe das empresas adquirentes. A princípio, pode-se fazer a conciliação manual, por meio da checagem entre diversos documentos, como recibos de venda e extratos bancários, por exemplo.

O problema é que essa forma de controle é extremamente ineficiente; consome tempo de trabalho e expõe sua empresa a fraudes, cancelamentos de venda (chargeback) e inconsistência de pagamentos. Tudo isso pode levar a enormes prejuízos; há casos que ultrapassam a barreira dos milhões de reais.

A solução para esse problema é a conciliação automática, oferecida por meio de plataformas virtuais que se integram ao software de gestão já utilizado pelo estabelecimento e fazem toda a checagem, porém de forma automática e segura.

Os melhores sistemas de conciliação oferecem três camadas de controle. São eles:

1. Conciliação de vendas

Confronta as informações do sistema de vendas do supermercado com o extrato de vendas das operadoras de cartão. Permite acompanhar todas as transações realizadas no dia anterior, informando eventuais vendas canceladas, divergências no valor das transações e na data prevista de recebimento dos valores.

2. Conciliação de pagamentos

Confronta as informações do extrato de venda e de pagamento das operadoras, a fim de checar se todas as transações projetadas no primeiro constam como pagas no segundo. Além de revelar eventuais cancelamentos de venda, também mostra divergências de valor, de data de recebimento, e de tarifas cobradas pelas adquirentes.

Além disso, é nessa camada que se faz o controle das antecipações de recebíveis.

3. Conciliação de recebimentos

Confronta o extrato de pagamento das operadoras de cartão com o extrato de recebimento dos bancos, revelando possíveis divergências entre os valores recebidos em conta e os valores informados pelas operadoras.

Como a conciliação de cartões pode melhorar os resultados de um supermercado?

Os supermercados brasileiros trabalham com um volume diário de vendas muito maior do que o de outros segmentos do comércio. Além disso, os perfis de consumidor em um mesmo estabelecimento podem variar, o que gera valores de compra bem diferentes entre si.

Em um cenário onde as vendas por cartão aumentam cerca de 15% ao ano e tendem a crescer ainda mais, a conciliação automática deixa de ser um diferencial das grandes redes para se tornar uma necessidade daqueles estabelecimentos que desejam prosperar em meio a um cenário competitivo e com margens de lucro cada vez mais reduzidas.

Quando se vende em escala, diferenças de centavos em cada compra podem representar cifras consideráveis na ponta da linha. Além disso, nenhum supermercado nos dias de hoje pode se dar ao luxo de lidar com muitos chargebacks no mês. Quando isso acontece, é essencial responder de forma rápida, e isso fica muito mais fácil com monitoramento e gestão em tempo real.

Confira outras vantagens da conciliação automática:

  • consolidação dos dados em tempo real;
  • redução do risco de fraudes;
  • maior controle financeiro-contábil;
  • ganho em previsibilidade de caixa;
  • mais tempo e mão-de-obra para cuidar das vendas e do atendimento ao cliente.

Por onde começar a conciliação?

Uma das vantagens da conciliação automática de cartões é que os sistemas oferecidos no mercado são fáceis de serem utilizados. Esqueça os softwares pesados e complicados, que exigem a contratação de um especialista para operá-los. Pelo contrário; os sistemas atuais oferecem todas as informações em poucas telas (em um aplicativo ou uma plataforma web) e contam com armazenamento de dados em nuvem.

Além disso, a conciliação automática é um produto de baixo custo. Com algumas vendas mensais você consegue cobrir os custos do sistema e recebe, em troca, todos os benefícios da automatização.

Está interessado em obter todos esses benefícios? Conheça o Concil Card e veja tudo o que esse sistema pode fazer pelo seu estabelecimento.

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.