Fraude no cartão de crédito? Agora os cartões possuem um aperfeiçoamento para combater fraudes online

Diante do aumento da fraude no cartão de crédito, cada vez se investe mais em tecnologia para ampliar a segurança e proteger tanto as empresas quanto os clientes. No período recente de pandemia de Covid-19, então, a quantidade de golpes pela internet aumentou bastante!

Conforme dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas e Serviço de Proteção ao Crédito, seis em cada dez internautas foram vítimas de algum golpe financeiro nesses últimos 12 meses. A clonagem corresponde a 24% dos crimes cibernéticos.

Felizmente, agora os próprios cartões apresentam um aperfeiçoamento para combater as fraudes online. Sabia disso? Continue a leitura para entender melhor!

O CVV para combater fraude no cartão de crédito

Para combater fraude no cartão de crédito, existe um recurso já usual, mas que não tem se revelado suficiente. Trata-se do CVV, sigla para Card Verification Value (Valor de Verificação do Cartão).

Ele é mais conhecido como o código de segurança do cartão, formado por três ou quatro dígitos, que podem vir na parte da frente ou de trás, conforme a bandeira. CVV é uma sigla usada especialmente pela Visa. Mastercard utiliza a sigla CVC e assim por diante.

É importante manter esse número em segredo porque sem ele, somente com o número do cartão de crédito, não é possível realizar compras. Nas compras online, ele substitui a senha usada nas compras presenciais.

O CVV não é registrado em nenhum outro local, apenas no próprio cartão. Na efetivação de compras, ele não aparece nos recibos. Outro detalhe é que ele não é impresso em relevo para não atrair a atenção.

Fraude no cartão de crédito

O cartão virtual como alternativa para o cartão físico

Uma inovação para combater fraude no cartão de crédito é o cartão virtual. Ele usa número e código de segurança diferentes do cartão físico. A validade é bem curta, ou seja, ele expira logo. Desse modo, as transações online ficam mais seguras.

Trata-se de um cartão provisório. O cartão recorrente desaparece depois que é usado, mas possibilita, entre outras coisas, o pagamento das contas mensais.

Conforme a Digio (bantech de serviços financeiros), uma pesquisa revelou que 81% das pessoas entrevistadas já usam o cartão virtual em suas transações.

O cartão por aproximação para compras físicas à distância

Trata-se de uma solução ideal para o período de pandemia e que também evita clonagem e outros tipos de fraudes. O cartão por aproximação, como o nome diz, não precisa ser inserido na máquina de cartão de crédito.

A criptografia garante a proteção durante o pagamento, ou seja, ela impede que os dados sejam identificados por outros.

Para recorrer a esse método de pagamento, é necessário que a máquina conte com a tecnologia NFC, que permite a comunicação por campo de proximidade. A distância necessária para realizar o pagamento deve ser de três centímetros entre o cartão e o aparelho. Esses modelos de maquininha geralmente apresentam o símbolo de Wi-Fi.

Além dessas inovações, já se cogita a possibilidade de criar o cartão de crédito por biometria. Também vale a pena investir em uma plataforma de conciliação para evitar fraude no cartão de crédito. Ela permite conciliar vendas e pagamentos, não apenas de cartões, mas também de boletos, carteiras digitais e PIX. É uma solução integrativa para o varejo que permite centralizar informações e garante mais proteção em todos os negócios.

O que achou de nosso post? Considera que as informações passadas foram relevantes? Então aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais. Quanto mais pessoas se prevenirem contra os golpes por meio de cartão de crédito, menos espaço os cibercriminosos terão para agir. A prevenção, como sempre, é a melhor solução!

 

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.