Golpe do delivery com maquininhas — veja como funciona

Você já ouviu falar no golpe do delivery? Saiba que tem se tornado frequente no Brasil, principalmente com o aumento da quantidade de pedidos de entrega de comida em domicílio. Imagine comprar uma pizza por 50 reais e receber uma cobrança de 5 mil reais. Pois é exatamente essa dor de cabeça que tem afetado diversos consumidores no país.

Esse tipo de golpe é praticado por pessoas mal-intencionadas, que alteram o valor da compra no ato do pagamento. É preciso estar atento à forma com que os golpistas agem para evitar prejuízos. Todo cuidado é pouco na hora de passar o seu cartão e digitar a senha.

Neste artigo, vamos explicar como funciona o golpe do delivery e como evitá-lo em suas compras por aplicativos de comida. Confira!

Essa artimanha é praticada por maus entregadores de aplicativos

Esse tipo de golpe em geral é praticado por entregadores de aplicativos de comida, como iFood, Rappi e Uber Eats. O consumidor inicialmente faz o pedido por meio dos aplicativos a um determinado estabelecimento. O entregador leva a mercadoria. Até esse momento, a fraude não acontece; e o consumidor acredita que está tudo normal.

O golpe do delivery acontece na hora do pagamento

Na hora do pagamento, o entregador passa ao cliente a maquininha do cartão com o visor quebrado ou arranhado. O consumidor, no entanto, não percebe nada. As maquininhas danificadas costumam pertencer aos entregadores golpistas, e não aos restaurantes. Os entregadores podem alegar que o objeto sofreu alguma queda, mas que continua funcionando perfeitamente.

Em um primeiro momento, o entregador exibe o valor correto do pedido realizado na tela de um celular para confundir o cliente. No momento seguinte, um valor superior é lançado na máquina do cartão. O consumidor desavisado, então, digita a senha do cartão e acaba realizando o pagamento. Está consumado o golpe do delivery!

golpe do delivery

A fraude só é percebida quando chega a fatura

O cliente percebe que caiu no golpe quando chega a fatura do cartão de crédito. Também pode se dar conta antes, ao receber um aviso sobre a compra com o cartão. Um simples pedido de lanche de 30 reais pode virar uma despesa de 3 mil reais. A adulteração mais comum no valor é adicionar um zero ou dois zeros no final do preço.

O golpe pode ser facilmente evitado pelos consumidores

Para evitar cair no golpe do delivery, o consumidor deve sempre verificar qual é o preço que aparece no visor das máquinas. Se o valor estiver em conflito com o cobrado pelo aplicativo de entrega, o cliente deve recusar a compra.

Efetuar o pagamento da compra diretamente por meio do aplicativo de comida é outra forma de evitar esse tipo de embuste. Pagar em cash, ou seja, em dinheiro, também evita qualquer tentativa de fraude por meio da máquina.

Agora você já sabe que o golpe do delivery é aplicado por meio de maquininhas de cartão com visores danificados. O embuste tem prejudicado muitos consumidores. É importante que os lojistas façam o devido controle das vendas realizadas por meio das maquininhas para evitar tanto golpes quanto fraudes.

Este artigo foi útil para evitar os golpes financeiros? Então, confira agora os alertas da Polícia Federal sobre outros tipos de fraudes e clonagem com cartões!

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.