Por que é importante ter um sistema ERP em meu negócio?

ERP é uma sigla para uma expressão em inglês que, traduzida literalmente, significa Planejamento de Recursos Empresariais.

Um sistema ERP é comumente conhecido como sistema de gestão empresarial, que facilita a administração a partir da integração de setores.

Trata-se, portanto, de um software que torna mais prática a gestão das informações, facilitando uma tomada de decisões mais segura. Vamos falar mais sobre o sistema ERP. Conheça sobre a importância dele para seu negócio!

A importância de investir em um Sistema ERP

O sistema ERP pode e deve ser usado por qualquer empresa, sejam pequenas, sejam médias ou grandes, sejam multinacionais ou indústrias de qualquer setor. O varejo precisa dele. Ele automatiza processos, agilizando e aumentando sua eficiência.

A automação minimiza os riscos, pois as possibilidades de fazer um registro confuso ou errado são bem menores. Também diminui as chances de fraudes, outro grande risco a que o varejo e todas as empresas estão sujeitos — isso porque haverá mais transparência, já que os dados ficam registrados em detalhes.

Dessa maneira, o sistema ERP é um conjunto de ferramentas seguras, inclusive porque o gestor consegue controlar o acesso, determinando quais os funcionários que poderão ter acesso a determinadas informações.

As funções do sistema ERP

Hoje, existem sistemas físicos e na nuvem, que não precisam ser instalados. No último caso, você acessa uma plataforma e utiliza os serviços que contratou.

O ERP físico pode ser adquirido por módulos e instalado no computador da empresa. Essa é uma vantagem, pois sua modularidade permite que varejistas montem, aos poucos, seu sistema — ou comprem somente os módulos de que mais precisam.

De maneira similar, o sistema ERP na nuvem oferece serviços e o gestor contrata aqueles que são mais relevantes para seu negócio. Veja algumas funções do sistema:

Financeiro

Por exemplo, o setor financeiro de um ERP apresenta funções como: automação bancária, registro de planos de contas, conferência de tributos e gestão de orçamento.

Faturamento

O módulo/serviço de faturamento apresenta funções como: análises gerenciais, pedidos de vendas, políticas comerciais, notas fiscais de saída, interfaces de notas fiscais de serviço eletrônicas (NFS-es) e notas fiscais eletrônicas (NF-es).

sistema ERP

Compras

O setor de compras apresenta funções como: cotações e análise das cotações, solicitação de compras, aprovação/recusa de compras, notas fiscais de entrada e conferência das mercadorias recebidas.

Estoque

O serviço de estoque faz a automação de processos como: movimentações, administração de inventários, custos médios, consultas no estoque, rastreamento.

Processos logísticos e outros sistemas

O sistema ERP também permite o controle total de processos logísticos, ajudando no controle de estoque, cotação de valores de fretes e outras coisas. No entanto, para o controle de armazém e de transporte, já existem soluções mais específicas: o WMS (Sistema de Gerenciamento de Armazém) e o TMS (Sistema de Gestão de Transportes).

O sistema ERP e a redução de custos

Claro que investir em uma infraestrutura tecnológica demanda dinheiro. Mas, atualmente, as soluções de ERP oferecem preços bem mais acessíveis.

Além disso, como já falamos, as soluções na nuvem são opções bem mais econômicas e práticas. O cliente contrata serviços, não precisa comprar módulos físicos. Um sistema ERP na nuvem reduz gastos e trabalho de diferentes maneiras:

  •         Acesso facilitado às informações (a única condição exigida é o acesso à internet);
  •         Atualização periódica e backups por conta do fornecedor;
  •         Não há necessidade de contratar uma equipe de TI;
  •         Custos previsíveis.

A integração de ERPs com o sistema da Concil

Se você quer maior controle de dados e ter maior dinâmica no trabalho de sua equipe, investir em uma plataforma Concil será uma decisão estratégica. Você poderá ter a conciliação bancária de forma automática e totalmente segura, bem como a administração de recebíveis e/ou a gestão de vendas, obtendo todos os dados necessários junto aos sistemas ERP.

A configuração de integração entre o ERP e o sistema da Concil basicamente é feita por meio de API ou troca de arquivos. Vale a pena verificar seu caso junto ao sistema que usa!

O varejista que conta com um sistema ERP certamente otimiza seu negócio e não precisa de especialização avançada. A plataforma na nuvem torna o acesso e os processos ainda mais fáceis!

O ERP se destaca principalmente por automação e integração. Elas são muito importantes para a melhoria dos processos, especialmente para o controle financeiro. Aproveite e conheça bons motivos para automatizar a conciliação financeira da empresa!

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.