Por que eu não preciso de conciliação bancária?

Se você é empreendedor deve saber que dentro da área financeira há uma série de atividades importantes que ajudam no progresso do negócio. Ter uma gestão assertiva das finanças é essencial para que as companhias de todos os segmentos e portes consigam se manter ativas e competitivas no mercado.

Um desses serviços é a conciliação bancária. Se você nunca ouviu falar nesse trabalho, mas já tem certeza de que a sua empresa não precisa dele, te convidamos para conferir na sequência deste artigo o que é a conciliação bancária na prática e como essa estratégia pode transformar o seu negócio. Confira!

Entenda o que é a conciliação bancária dentro das empresas

A expectativa das empresas é sempre a de realizar mais vendas durante o dia de trabalho, não é mesmo? Quando tudo vai bem, o número de vendas costuma subir, com pagamentos de diferentes valores e feitos principalmente pelo meio “queridinho” dos brasileiros, o cartão de crédito.

Mas, como saber se todas as entradas estão realmente corretas? Como garantir que a sua empresa está longe das fraudes? Como ter a certeza de que as taxas cobradas pelas adquirentes são as já acordadas? Encontrar essas respostas requer análises contínuas e detalhadas.

Por exemplo, você é proprietário de um loja de roupas que abre de segunda a sábado. Em uma semana, o seu negócio irá gerar centenas de informações financeiras que envolvem os recebimentos de clientes e também os pagamentos dos fornecedores e demais contas fixas da operação. Analisar e gerenciar todos esses dados diariamente é uma tarefa bem complexa, não é mesmo?

Mas, se a sua loja não realizar esse trabalho algumas complicações podem surgir. Inconsistências nos recebimentos, fraudes, cobranças de taxas excessivas, entre outras ocorrências poderão atingir o seu negócio. 

conciliação bancária

Então, qual seria a solução para a sua loja de roupas não sofrer com esses impactos? A resposta é simples: investir na conciliação bancária

Por meio desse processo, é possível confrontar as informações contidas no extrato de pagamento das operadoras de cartão com o extrato de recebimento dos bancos. O resultado da conciliação de recebimento informa possíveis divergências nos valores recebidos em conta, em relação aos valores informados pelas operadoras nos extratos de pagamento detalhados.

Mas, será que o meu negócio realmente precisa da conciliação bancária? 

Vimos no tópico acima que a incumbência da conciliação bancária é organizar e analisar os dados financeiros das empresas e proporcionar informações relevantes para os empreendedores. Entretanto, realizar esse trabalho manualmente é uma tarefa quase que impossível. Como mencionado, uma loja de roupas que atua seis dias por semana é capaz de gerar centenas de informações financeiras, tornando a adoção de recursos tecnológicos algo essencial.

A sua loja e qualquer outro negócio pode contar com um software desenvolvido especialmente para a conciliação bancária. Com essa parceria, é possível aplicar uma gestão de vendas muito mais moderna e eficaz, pois todos os dados referentes aos recebimentos são analisados rapidamente e de forma segura. Confira alguns ganhos que o seu negócio terá ao adotar esse recurso:

  • Controle de todas as adquirentes em um único lugar;
  • Controle de cancelamentos e chargebacks;
  • Controle de antecipação e descontos;
  • Gestão do fluxo de caixa com valores a receber; 
  • Visão completa dos recebimentos bancários;
  • Conciliação de taxas, pagamentos e vendas;
  • Controle das vendas registradas pelas adquirentes.

Apresentamos no artigo de hoje informações que mostram o quão importante é para as empresas de todos os segmentos e portes terem a conciliação bancária como aliada. Para continuar por dentro do assunto, confira também em nosso blog o post que mostra 2 maneiras de fazer a conciliação de taxas no varejo.

Comentário no facebook

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.